Blogue CEGOC

“Todas as alterações que o processo terapêutico acarreta são um problema invasivo que tende a ocupar a mente e o quotidiano do paciente, ameaçando a qualidade de vida porque tudo gira em torno da doença – a saúde e a mente tornam-se a doença. Os sintomas físicos provocados pela doença, o desconforto causado pelo tratamento, o medo pelo futuro, a necessidade de pensar constantemente no problema para tentar ganhar uma sensação de controlo no que se passa, e todo um conjunto de preocupações que parecem não ter fim.”

[google-drive-embed url=”https://drive.google.com/file/d/0B0n3NWc_BBGvRHBpUXk3d3E4ZE0/preview?usp=drivesdk” title=”Cegoc_23Out15.pdf” icon=”https://drive-thirdparty.googleusercontent.com/16/type/application/pdf” width=”100%” height=”500″ style=”embed”]