Destak

“Disputas que, refere o psicólogo, «devem ser encaradas sem agressividade ou repulsa, com a consciência de que ela só está a tentar perceber o seu lugar, olhando como uma criança para um mundo de adultos».”

 

 

2017-05-18T13:38:54+00:00